ALE homenageia as irmãs “Marcelinas”

As “Marcelinas” tiveram seu trabalho reconhecido pela Assembleia Legislativa As “Marcelinas” tiveram seu trabalho reconhecido pela Assembleia Legislativa

Os 63 anos de atividade do funcionamento do Hospital Jaime Aben-Athar e os 42 anos que ele é administrado pelas irmãs da congregação “Marcelinas”, foram lembrados ontem durante a solenidade realizada na Assembleia Legislativa, quando foi entregue uma Moção de aplausos para a instituição.

Considerada uma instituição modelo de administração e atendimento aos que procuram atenção para seus males ali, o “Hospital das irmãs”, como sempre é citado, é uma referência que foi lembrada em todos os discursos.
Proponente da sessão solene, o deputado Adelino Follador disse que foi “uma homenagem ínfima perto da importância do hospital para Rondônia”.

Follador conheceu o trabalho das irmãs em 1978, quando coordenou campanhas de doações para arrecadar lençóis para a instituição, e destacou a história de luta e dedicação das irmãs que, segundo o deputado, no passado, iniciaram os trabalhos com o mínimo de condições e estrutura.

Na ocasião, o presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho, garantiu que os membros da ALE farão uma emenda coletiva para ajudar a complementar necessidades financeiras do trabalho das freiras.

Presente ao ato, o vice-governador Daniel Pereira disse: “É admirável a capacidade que essas pessoas, através da fé, da boa vontade de querer ajudar o próximo, mesmo com tão pouco recurso. Também acredito que, se toda nossa estrutura da saúde fosse gerenciada pelas irmãs, o recurso que nós temos seria mais do que suficiente”.

PORTO VELHO

Banner 468 x 60 px