Projetos bons não podem ser apagados pelo próximo governo

O projeto Asas do Saber, conforme o deputado, vem dando certo mas corre riscos de descontinuidade O projeto Asas do Saber, conforme o deputado, vem dando certo mas corre riscos de descontinuidade

Na entrevista que o AM publica terça-feira, Anderson vai tratar de outros assuntos da área de Educação, inclusive questões de gestão

Anderson, com muitas pessoas, cita que um exemplo de boa gestão escolar são as escolas das Marcelinas

Em entrevista ao ALTO MADEIRA esta semana, o deputado estadual Anderson Pereira (nome político Anderson do Singeperon) levantou uma questão que, pelo visto, preocupa não só a ele: o futuro do projeto das Escolas Compartilhadas a partir do fim do governo Confúcio Moura, em dezembro do ano que vem.

Na entrevista (que o AM publica na terça-feira) Anderson, que é presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, lembrou que apesar de todos os resultados positivos e da aceitação nas escolas que já funcionam no sistema também chamado de “militarizado”, podem acontecer mudanças a partir de 2018.

Anderson lembrou que os governos que se sucedem parecem sempre quererem colocar de lado o que já tenha sido feito de bom pelos que o antecedem. “Projetos que estão dando certo, como das escolas compartilhadas e o “Asas do Saber” devem ser continuados e não colocados de lado apenas porque seja ideia de quem antecedeu”.

O deputado lembra que tem visitado as escolas, ouvido as comunidades e verificado a aceitação dos dois projetos, daí defender que não sejam esquecidos a partir de 2019.

Para o deputado, projetos que dão certo não podem mais continuar sendo trocados ou apagados cada vez que troca de gestor. “Têm de ser encarados como “política de estado” e não como “projeto do governo que está aí”.

“É preciso que esses projetos, e outros nas áreas de produção, saúde etc, tenham sequência porque em caso contrário os prejuízos serão enormes para a sociedade”, lembrou o presidente da Comissão de Educação da ALE.

Última modificação emSegunda, 18 Setembro 2017 11:38

PORTO VELHO

Banner 468 x 60 px