Senado aprova mudança histórica na Lei Trabalhista

Por 50 votos a26, o plenário do Senado aprovou anteontem à noite o texto-base da mais ampla e importante reforma na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), instituída no país em 1943. As mais de 100 alterações dependem agora da sanção do presidente Michel Temer,oque deve ocorrer na próxima semana, e passam a valer em 120 dias. A partir de novembro, um novo conjunto de regras vai regulamentar as relações entre patrões e empregados no Brasil.

A reforma trabalhista é uma das prioridades legislativas de 2017 do presidente Michel Temer (PMDB), que enfrenta uma grave crise política e a ameaça de perder o cargo.

Em pronunciamento, após a aprovação da proposta, o presidente Michel Temer agradeceu à base aliada e disse que a reforma trabalhista é uma das mais ambiciosas nos últimos 30 anos.
Para ele, ela ajudará na retomada da geração de empregos e não tirará direitos dos trabalhadores.

PORTO VELHO

Banner 468 x 60 px