Órgãos discutem navegação na hidrovia do Madeira

Anualmente são transportados aproximadamente três bilhões de litros de combustível Anualmente são transportados aproximadamente três bilhões de litros de combustível

A importância do transporte sustentável em Rondônia e na Amazônia será discutido nessa sexta-feira (18) em Porto Velho com a participação de diversas entidades. O encontro ainda apontará os impactos causados ao Rio Madeira a jusante das usinas hidrelétricas Santo Antônio e Jirau.

Segundo a Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária (Fenagava), uma das organizadoras do evento, o transporte aquaviário tem grande importância para o desenvolvimento socioeconômico do estado de Rondônia, na medida em que todo o abastecimento de combustível derivado de petróleo e GLP para consumo em Rondônia, Acre e região noroeste do Mato Grosso chegam em Porto Velho através do Rio Madeira, vindo de Manaus.

Anualmente são transportados aproximadamente três bilhões de litros de combustível, em embarcações com capacidade para até nove milhões de litros, o que proporciona grande economia no custo de transporte.
Ainda de acordo com a Fenagava, a hidrovia também é importante para outros setores da economia de Rondônia, como no caso do agronegócio.

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) também é uma das organizadoras do evento que tem ainda o apoio da Confederação Nacional do Transporte (CNT) e da Sociedade de Portos e Hidrovias do Estado de Rondônia, dentre outras entidades e será realizado a partir das 9 horas, no auditório da OAB-RO.

A participação é gratuita e aberta ao público. Aqueles que tiverem interesse em participar podem confirmar presença, através do site institucional www.fenavega.com ou pelos telefones (61) 99699 0269, (61) 99913 2950 ou (69) 3229 1091, ou ainda pelo endereço eletrônico presidêEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

PORTO VELHO

Banner 468 x 60 px