Em Ouro Preto, produtores arrumam estrada por conta

A situação da estrada vicinal já não era de boa, e piorou com o inverno amazônico A situação da estrada vicinal já não era de boa, e piorou com o inverno amazônico

Moradores da Linhas 202 e 203 zona rural de Ouro Preto do Oeste cansaram de esperar providências por parte da prefeitura para tentar melhorar a situação da estrada de terra e se uniram para tentar resolver o problema. Por conta própria agricultores decidiram que além de cobrar, deveriam agir se uniram e decidiram por conta própria arrumar um dos piores trechos localizado no Travessão da Linha 203 saída para Linha 202 sentido município de Vale do Paraíso. A mobilização contou com ajuda dos agricultores que com a parceria de duas Associações de Produtores Rurais (Asproleite e Aprusmam da Linha 12 da RO 473), colocaram uma retroescavadeira e um caminhão tipo caçamba e levaram cascalho aos locais mais danificados com a erosão e falta de manutenção, por parte do poder público.

A situação da estrada vicinal em questão já não era de boa trafegabilidade e piorou com o inverno amazônico. “Com a chegada do verão amazônico os problemas se agravaram já que a Secretaria Municipal de Infra-Estrutura (Seminfra), abandonou não só os moradores da Linha 203, mas praticamente toda a zona rural que clama por uma atenção por parte do Poder Público municipal”, relatou um dos agricultores.

Os agricultores relataram que procuraram a prefeitura e se dirigiram à Seminfra, informando o problema que persiste há anos, mas não obtiveram resposta e muito menos solução para a situação.

“A estrada estava se tornando um obstáculo para nós, muitos buracos, que conseqüentemente acarretavam problemas nos carros principalmente nos caminhões que fazem a coleta de leite já que a nossa região é produtora deste produto em grande escala. Já estávamos cansados de pedir uma solução para a prefeitura e decidimos resolver o problema com nossas próprias mãos e tivemos o apoio dos amigos da Aprusmam através do nosso parceiro o Silão que disponibilizou uma retroescavadeira”, disse um sócio ativo da Asproleite.

PORTO VELHO

Banner 468 x 60 px