Paulinho faz espanhóis esquecerem de Neymar

Atacante chegou ao Barcelona e já tomou o lugar que Neymar ocupava junto aos torcedores Atacante chegou ao Barcelona e já tomou o lugar que Neymar ocupava junto aos torcedores

João Paulo Bezerra Maciel Júnior é volante, mas vive um ano de centroavante. Com o gol de cabeça marcado abteontem no massacre do Barcelona por 6 x 1 sobre o Eibar, no Camp Nou, pelo Campeonato Espanhol, Paulinho coleciona 18 bolas na rede em 2017 com as camisas do Guangzhou Evergrande, do Barcelona e da Seleção Brasileira.

Em 2017, o volante fez quatro pela Seleção nas Eliminatórias e outros dois em jogos consecutivos pelo Barcelona. Um levantamento do Correio Braziliense mostra que Paulinho tem mais gols em 2017 do que companheiros de Seleção como Gabriel Jesus (12) e Roberto Firmino (10) — titular e reserva de Tite, respectivamente. Paulinho supera vários atacantes em atividade no futebol brasileiro. Luis Fabiano (Vasco), Ricardo Oliveira (Santos), Miguel Borja (Palmeiras), Rafael Sóbis (Cruzeiro), Lucas Pratto (São Paulo), Leandro Damião (Internacional) e Roger (Botafogo) acumulam menos bolas na rede do que volante do Barcelona.

Com 18 gols, Paulinho iguala as marcas de Lucas Barrios, do Grêmio, e de Diego Souza, do Sport. Só fica abaixo dos 20 gols de Jô (Corinthians), dos 22 de Neymar (Barcelona/PSG), dos 24 de Paolo Guerrero (Flamengo) e dos 28 de Henrique Dourado (Fluminense). A estatística inclui exibições nas Eliminatórias para a Copa de 2018 e em amistosos.

Paulinho chegou ao Barcelona por R$ 150 milhões. Custou caro, mas o técnico Ernesto Valverde sabia o que queria quando pediu a contratação do brasileiro de 29 anos: um volante com capacidade de pisar na área dos adversários e amenizar uma das deficiências do repertório — a bola aérea. O primeiro gol de Paulinho no Barcelona saiu sábado, de perna direita, dentro da grande área, após assistência de Messi. O segundo foi ontem, de cabeça, após cobrança de escanteio.

PORTO VELHO

Banner 468 x 60 px