Guajará faz planejamento para dar volta por cima em 2018

Clube já pensa na formação do próximo ano e quer mudanças para entrar forte no campeonato Clube já pensa na formação do próximo ano e quer mudanças para entrar forte no campeonato

Diretoria deu período de descanso para atletas pratas da casa, mas segue trabalhando após o fim do estadual. Plano é reunir elenco em novembro deste ano.

Diretoria vai “escolher a dedo” quem serão os novos defensores do manto guajaramirense, tudo para garantir um grupo comprometido.


Após o fim do estadual, que terminou com o Real Ariquemes como o grande campeão, o Guajará Esporte Clube suspendeu as atividades internas e deu um período de descanso para a comissão técnica e jogadores pratas da casa. A diretoria é o único setor que está trabalhando, já visando o planejamento da pré-temporada para dar a volta por cima e conseguir melhores resultados em 2018.

Neste ano o Glorioso da Pérola do Mamoré não conseguiu fazer a campanha que almejava, mesmo montando o elenco com mais da metade de jogadores do estado, além do técnico Celino, que veio de Brasília, DF. Os resultados em campo foram desastrosos e o time acabou sendo o último colocado nos dois turnos.

O discurso da reformulação do plantel e implantação das categorias de base para revelar jogadores virou unanimidade dentro do clube, que já anunciou através da diretoria de esportes que vai continuar trazendo jogadores de fora para mesclar com os atletas que moram em Guajará-Mirim.

Ainda sem um técnico definido para a próxima temporada, o nome do boliviano Hernan Oliveira, que comandou o GEC no final de 2015 e durante todo o ano de 2016, surge como a opção preferida da torcida e da maioria dos jogadores, mas segundo a diretoria ainda não há nenhuma proposta e nada de concreto em relação a especulação da nova contratação do treinador para o ano que vem.

Com vários assuntos importantes pendentes, a diretoria quer que os trabalhos no clube reiniciem a partir do próximo mês de novembro e que o alvirrubro faça alguns amistosos ainda neste ano. O objetivo é tentar formar um grupo sólido e que tenha sintonia dentro de campo, o que não aconteceu nesta temporada.

Por enquanto, a única certeza no Guajará é que em 2018 o time terá reformulações no plantel e tentará não cometer o mesmo erro desse ano, quando terminou a competição com apenas 13 jogadores disponíveis.

PORTO VELHO

Banner 468 x 60 px