Economia: Taxa da Sedam para poços prejudica a agricultura

Para Follador milhares de agricultores querem fim da taxação Para Follador milhares de agricultores querem fim da taxação

O fim do pagamento da taxa da Sedam cobrada a produtores rurais que queiram perfurar um poço semi artesiano, foi a proposta do deputado Adelino Follador ao secretário da Sedam, alegando que esses poços não representam perigo para o meio ambiente e que, mantendo a taxação atual, isso representa um forte desincentivo aos agricultores.

“Esses poços – disse Follador - são de baixa profundidade, portanto de baixo impacto, não resultando em danos ambientais, e configurando-se em importante alavanca para a melhoria e desenvolvimento da vida no campo”.

O deputado fez ver que, fora do período chuvoso e sem água para irrigar, essas pequenas propriedades, muitas vezes não produzem sequer para a própria subsistência, o que é desastroso para quem vive da terra, segundo ele.

Follador lembrou ainda que a grande maioria dos produtores familiares trabalham com culturas que produzem mais no verão, e, com a taxa da Sedam, corre-se o risco dessas lavouras pararem de produzir e deixarem morrer, pela falta d’água, tudo que plantaram.

PORTO VELHO

Banner 468 x 60 px