Debandada: Sid é mais um “histórico” a deixar o PT

O PT perdeu mais um “histórico”, com a saída do ex-vereador Sid Orleans, depois de enorme desgaste quando acabou sendo derrotado, na convenção do ano passado, pela escolha do candidato do partido à prefeitura da capital, disputa intestina vencida pelo ex-prefeito Roberto Sobrinho.

Àquela altura houve citações de que Sobrinho ganhou a convenção com a pressão feita pelo grupo que o apoia, o que teria gerado a irritação de Sid, àquela altura citado como o nome com mais chance de disputar para ganhar a prefeitura de Porto Velho.

Esta semana, numa sessão oficial, Sid Orleans entregou a carta de desfiliação do Partido dos Trabalhadores (PT), legenda partidária pela qual exerceu mandatos de vereador.

A cerimônia de entrega de pedido de desfiliação ocorreu no final da tarde de quinta-feira, na sede do PT, com a presença do presidente do Diretório Municipal, Israel Trindade, bem como de amigos e correligionários.

Em seu discurso Sid Orleans ressaltou que o Partido dos Trabalhadores foi uma escola em que aprendeu e se dedicou com honra durante os dois mandados na Câmara de Vereadores. Ao tecer comentários sobre o destino político, Sid argumentou que recebeu convites de seis partidos políticos, mas não adiantou o futuro e resumiu apenas com a frase: “Será um novo passo e levo comigo na bagagem toda minha honra e respeito à população”.

Sobre sua trajetória no PT, ele disse: “Foram 14 anos de muita luta nos semáforos da cidade de Porto Velho até chegar aos dois mandatos de vereador nesta agremiação partidária, onde tivemos a honra com ética, justiça e moralidade de trazer benefícios para homens e mulheres, das mais diversas categorias, com mais de 40 leis e ações que mudaram a vida das pessoas, garantiram direitos e trouxeram qualidade de vida à população de Porto Velho”, ressaltou.

PORTO VELHO

Banner 468 x 60 px