Ladrões roubam minério e destroem quartel da PM

Garimpo Bom Futuro, RO, tem quartel da PM incendiado por grupo que tentava furtar cassiterita Garimpo Bom Futuro, RO, tem quartel da PM incendiado por grupo que tentava furtar cassiterita

Cerca de 80 pessoas tentavam furtar uma empresa de mineração do local. Após a prisão de três suspeitos, grupo se revoltou e colocou fogo no quartel. Em poucos minutos, o quartel foi destruído pelas chamas, além de uma motoneta que pertence ao sargento policial e outros objetos.

Um grupo de cerca de 80 garimpeiros invadiu e incendiou na noite da última quarta-feira (21) o quartel da Polícia Militar (PM) no Garimpo Bom Futuro, distrito de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. A estrutura do local, que era de madeira, ficou completamente destruída após o fogo. De acordo com a PM, o crime ocorreu após três suspeitos serem presos e o restante do grupo se revoltar com a prisão.

Conforme o boletim de ocorrência, a guarnição policial do distrito foi informada através de denúncia anônima por volta das 20h30 que uma empresa de extração de minério havia sido invadida e estavam furtando cassiteritas. Os policiais se deslocaram até a empresa e encontraram cerca de 80 pessoas em posse de pás, picaretas e sacos fazendo a extração ilegal do material.

A equipe formada por três militares deu voz de retirada aos garimpeiros ilegais, os quais se recusaram a sair do local. Devido à desproporcionalidade de efetivo, a guarnição não conseguiu apreender todo o grupo, mas deteve três jovens, sendo um de 18 anos, outro de 20 anos e o último de 23 anos. Após serem detidos, a PM encaminhou os infratores até o quartel policial para que em seguida fossem conduzidos até a delegacia de Ariquemes e registrasse a ocorrência de furto qualificado.

Conforme o registro policial, a detenção dos garimpeiros no quartel gerou revolta na comunidade local, tendo em vista que grande parte dos moradores possuem o hábito de realizar a exploração manual de forma irregular há mais de 20 anos. Desta forma, o grupo de garimpeiros se reuniu e foi até as dependências do quartel policial.

Enquanto a guarnição realizava a condução dos infratores até Ariquemes, os garimpeiros invadiram o quartel e começaram a depredar a unidade policial. Logo em seguida, o grupo ateou fogo na estrutura física e em poucos minutos, o quartel foi destruído pelas chamas, além de uma motoneta que pertence ao sargento policial e outros objetos.

Conforme a PM, ao realizar a condução dos infratores detidos, a guarnição policial recebeu diversas ameaças por parte do grupo de garimpeiros, mas conseguiu encaminhar os três detidos até a Delegacia de Polícia Civil de Ariquemes, para prestarem esclarecimentos ao delegado de plantão. A perícia técnica compareceu no local na manhã desta quinta-feira (22) e o caso será investigado pela Polícia Civil.

PORTO VELHO

Banner 468 x 60 px